Seguidores

Total de visualizações de página

domingo, 10 de junho de 2018

Se tens um coração de ferro, bom proveito. 
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia.

José Saramago

domingo, 4 de março de 2018



Deus salve a Síria!




"Eu, no fundo, não invento nada. Sou apenas alguém que se limita a levantar uma pedra e a pôr à vista o que está por baixo. Não é minha culpa se de vez em quando me saem monstros."
José Saramago

terça-feira, 22 de agosto de 2017



Hoje, mais do que nunca peço a Deus para não me deixar morrer sem servi-lo, que a dor não seja meu único incentivo a proclamar seu amor e que eu não o sirva quando não mais servir para nada em sua obra! A solidão é minha maior inimiga e meu silêncio a revolta por ser um incorrigível que os homens fizeram eunuco...




"Assim como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!
A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?
As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, enquanto me dizem constantemente: Onde está o teu Deus?
Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão. Fui com eles à casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão
que festejava.
Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face.
Ó meu Deus, dentro de mim a minha alma está abatida; por isso lembro-me de ti desde a terra do Jordão, e desde os hermonitas, desde o pequeno monte.
Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim.
Contudo o Senhor mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao Deus da minha vida.
Direi a Deus, minha rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo?
Com ferida mortal em meus ossos me afrontam os meus adversários, quando todo dia me dizem: Onde está o teu Deus?
Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus."

Salmos 42:1-11

De tantas palavras ouvidas no texto "exclusivo" do historiador (essa semana vivemos o dia do historiador) e médico (alguém capacitado para diagnósticos, inclusive de morte e apto para atestar milagres - algo que não se explica), Lucas, o discípulo narrador de histórias de vida, foi o que mais me marcou nesses dias - Lucas 7:11-17. Podemos perceber algumas afirmativas que são lições para nossas vidas:
Primeiro, Deus nunca se atrasa para ter um encontro conosco! Mesmo se a distância entre Cafarnaum e Naim é uma caminhada de um dia inteiro (mais ou menos 50 km), Deus chega na hora certa!
Segundo, não existe "coincidência" (tradução da Bíblia de Jerusalém versículo 12) no léxico de Deus. Existe providência!
Terceiro, quando Deus ordena, não há contraordem. Versículo 14: ... Eu te ordeno: levanta-te! (Tradução da Bíblia King James).
Quarto, Deus sempre está disposto a "restituir" tudo aquilo que te roubaram... Teus sonhos, aquilo que te faz ficar de luto, ou o que tu colocaste no esquife - projetos mortos por causa de decepções, etc. Ver versículo 15, na tradução da Bíblia King James: ... E assim Jesus restituiu o jovem à sua mãe".
Muitos se indagam, porque Jufran faz teologia ou vai reiteradas vezes ao culto!? O que ele espera?
A quinta coisa, espero verdadeiramente me encontrar com Jesus Cristo na "porta" de Naim (cujo nome significa formosa ou charmosa)... Desejo ardentemente esse dia!
Boa noite!

sexta-feira, 24 de março de 2017


Todos carregamos marcas, visíveis e invisíveis, no corpo e na alma. Elas são partes de nossas histórias. Algumas podem nos mostrar de onde viemos, por onde passamos e onde chegamos. Nesses casos, não devem ser cobertas, mas conservadas como portas para reflexão e janelas para a gratidão.